Notícias

Transporte de carga pesada exige capacitação específica

SENAR-PR conta com cursos na área, que permitem carregar máquinas e equipamentos de grandes proporções

 

 

Muitas vezes, na lida diária da propriedade, é necessário transportar máquinas e/ou equipamentos de grande proporção entre um local e outro. Trator, plantadeira, silo, transformadores, toras de madeira, dentre outros tipos de carga, devem necessariamente ser movimentados de acordo com regras específicas descritas tanto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) quanto em diversas resoluções específicas do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

 

 

Para mover com segurança essas cargas unitárias que apresentam peso e/ou dimensões excedentes aos limites regulamentares é necessário um curso na área, a exemplo da capacitação “Cargas Indivisíveis”, do SENAR-PR.

 

No caso da produtora Mirela Ophis, de Palmas, na região Sul do Estado, a procura pelo curso do SENAR-PR se deu em função das demandas da fazenda. “Como plantamos em várias áreas, precisamos transportar o maquinário. Assim, eu fiz para ficar dentro das normas da legislação”, explica Mirela, que antes do curso contratava terceiros para realizar esse tipo de transporte.

 

A produtora de Palmas fez o curso no ano passado e já puxa a linha de frente do transporte pesado dos equipamentos da propriedade. “Eu já tinha carteira [de habilitação] categoria A. E, como trabalhamos com batata, cebola e soja, acabo transportando tratores de diversos tamanhos, colheitadeira, plantadeira de grãos, de batata, semeadeira de cebola, enfim maquinários em geral. A capacitação foi muito boa, principalmente a parte prática”, revela a produtora, que percorre distâncias superiores a 80 quilômetros entre as propriedades.

 

 

É nesse nicho de mercado que outro aluno do SENAR-PR pretende se inserir. Apesar de não atuar diretamente na agropecuária, Lucimar Stella de Melo fez o curso com o objetivo de acrescentar mais uma habilitação ao seu currículo. “No meu caso, foi a questão de profissionalização para o futuro.

 

 

O treinamento foi mais um aprimoramento para minha carteira visando oportunidades de emprego”, afirma o aluno, que também já fez outros cursos do SENAR-PR na área de transportes como “Movimentação e Operação de Produtos Perigosos (MOPP)”, “Condutores de transporte de passageiros” e “Condutores de veículos de emergência”.

 

Variáveis

 

De acordo com o instrutor do SENAR-PR Marcos Antônio Rodrigues, que ministra cursos na área de cargas indivisíveis, transportar equipamentos dessa natureza sem possuir a habilitação necessária e o curso específico pode implicar em sanções sérias ao condutor, além, de riscos à segurança. “Um dos principais erros dos motoristas é achar que sabem sobre condução de veículos com cargas diferentes, sem conhecimento do centro geométrico do veículo, peça ou máquina a ser transportada. Conduzir veículo sem ser capacitado ou qualificado e negligenciar a amarração da carga pode causar acidentes gravíssimos”, explica.

 

Para evitar isso, o curso do SENAR-PR trabalha temas como direção segura, primeiros socorros, meio ambiente, legislação de trânsito, legislação de transporte de cargas superdimensionadas, amarração de cargas, dimensionamento de veículos de carga, entre outros. Como a legislação que regula a atividade é ampla e muda rapidamente, o curso é constantemente atualizado. “A cada cinco anos é feita uma atualização que contempla todas essas mudanças”, afirma o técnico do Departamento Técnico (Detec) do Sistema FAEP/SENAR-PR Maurinei Igerski, responsável pelos cursos nessa área.

 

Para o transporte das cargas de grandes dimensões são necessários veículos específicos, a exemplo do caminhão prancha, capaz de transportar cargas pesadas. Outro ponto importante abordado no curso é a amarração e a ancoragem da carga para evitar movimentação durante o trajeto. “O ideal é fazer a ancoragem com correntes ou cintas próprias para essa função”, completa Igerski.

 

Além dessa formação, o SENAR-PR oferece o curso “Detran – Reciclagem de condutores de cargas indivisíveis”, formação obrigatória para os motoristas que desejam manter a habilitação após expirar os cinco anos da formação. Após esse período, a cada dois anos o condutor precisa passar por essa reciclagem, na qual será atualizado sobre a legislação e as tecnologias empregadas nesta modalidade de transporte.

 

Para mais informações, basta entrar em contato com Igerski, pelo e-mail maurinei.igerski@senarpr.org.br ou pelo telefone (41) 2106-0481.

 

Cursos do SENAR-PR na área

 

Condutores de cargas indivisíveis (50 horas)

 

Pré-requisitos: Ser maior de 21 anos, alfabetizado, preferencialmente ter boa condição física e boa saúde, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no mínimo na categoria C; não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH, pena decorrente de crime de trânsito, bem como estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.

 

 

Reciclagem de condutores de cargas indivisíveis (16 horas)

 

Pré-requisitos: Ser maior de 21 anos, alfabetizado, preferencialmente ter boa condição física e boa saúde, ter feito o curso “DETRAN – Condutores de cargas indivisíveis”. Não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou ser reincidente em infrações médias nos últimos doze meses nem estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH, pena decorrente de crime de trânsito, bem como estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.

 

 

*Sistema Faep/Senar-PR

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: