Notícias

Programa Rio Vivo repovoa rio Ivaí com 20 mil dourados juvenis

Os peixes nativos se somam a outros 850 mil peixes nativos juvenis já soltos em rios do Estado. A meta do Rio vivo é repovoar rios das bacias Iguaçu, Paraná, Paranapanema e Ivaí

 

 

O rio Ivaí conta com 20 mil novos dourados juvenis. Os peixes nativos têm cerca de 18 cm e foram soltos pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), Márcio Nunes, nesta quinta-feira (21). A ação aconteceu na rampa do Condomínio Pontal do Ivaí, no município de Ivatuba, Norte do Estado.

 

 

O repovoamento de rios com peixes nativos juvenis é realizado pelo Programa Rio Vivo, da Sedest. A meta é soltar cerca de 1 milhão de peixes até o final do ano, nas Bacias Iguaçu, Paraná, Paranapanema e Ivaí. O atividade segue normas determinadas pela Resolução Conjunta número 10/2021, da Sedest e o Instituto Água e Terra (IAT), publicada em abril deste ano. Mais de 850 mil peixes nativos juvenis já foram soltos pelo programa neste ano.

 

 

De acordo com o governador Carlos Massa Ratinho Junior, o programa Rio Vivo prevê o repovoamento de rios para a promoção da pesca esportiva. “A pesca esportiva vem crescendo no mundo todo. É o segundo esporte com maior número de participantes no país. Diante disso, estamos organizando uma série de eventos para atrair pescadores do Brasil inteiro e movimentar a economia do Estado”, afirmou.

 

 

O governador destacou, ainda, que é uma atividade que promove a geração de muitos empregos com pousadas para receber turistas, barqueiros, mecânicos, entre outros profissionais, além de promover o lazer das famílias.

 

 

“O projeto Rio Vivo faz parte de um pacote de projetos em defesa do meio ambiente e de sustentabilidade. Quando tem peixe, é sinal que tem vida e que o rio está bem cuidado”, completou o governador ao lembrar que o Paraná conquistou o primeiro lugar em sustentabilidade no Ranking de Competitividade dos Estados.

 

 

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

 

 

O Programa Rio Vivo prevê, além do repovoamento da fauna aquática, o plantio de mudas nativas na beira dos rios com a participação de estudantes do ensino fundamental. De acordo com o secretário Márcio Nunes, é uma ação completa de educação ambiental que, junto com outras ações, faz parte de um conceito de sustentabilidade.

 

 

“Todos os programas, como soltura de peixes, plantio de mudas e fiscalização, entre outros, trabalham a educação ambiental”, disse. “Hoje, com uma Resolução, realizamos a soltura de peixes de forma regular, oficial e de uma forma organizada. Junto com essa ação, plantamos mudas pelo Programa Paraná Mais Verde, que já distribuiu mais de 5 milhões de mudas de árvores nativas em todo o Estado”, disse Nunes.

 

 

O superintendente da pesca esportiva do Paraná, pela Sedest, Francisco Martin, lembrou que o Governo do Estado autorizou a realização de estudos para a criação de reservas de pesca esportiva.

 

 

“Esses peixes, em três anos, estarão desovando e com aproximadamente quatro quilos. Em cinco ou seis anos, estarão gerando o turismo da pesca esportiva”, disse.

 

 

RIO IVAÍ

 

 

O rio Ivaí é considerado uma artéria de vida na natureza do Paraná, com características geográficas e biológicas raras no país. No Estado do Paraná, ele é o rio que mais mantém suas características originais, sem trechos de barramentos.

 

 

Por conta disso, o rio se torna o maior berçário do Estado para as espécies nativas migradoras durante o Piracema, período em que a pesca é proibida para garantir a reprodução das espécimes.

 

 

Além disso, com mais de 680 km de extensão, todo em território paranaense, o rio também tem um grande potencial para turismo náutico e ecoturismo, destacando-se a pesca esportiva em nível internacional e a canoagem.

 

 

“Ivatuba está muito feliz hoje com esses novos peixes. O cuidado do rio Ivaí é muito importante e uma preocupação dos moradores da região”, destacou o prefeito de Ivatuba, Sérgio Santi.

 

PRESENÇAS

 

Também estavam presentes no evento o secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, João Carlos Ortega; a primeira dama do município de Ivatuba, Ivani Loiola Santi; o deputado estadual Cobra Repórter; e o chefe regional do IAT em Maringá, Marcos Antonio Piton.

 

Fonte: Iat

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: