Notícias

Programa de apoio à energia sustentável, RenovaPR é apresentado ao setor agropecuário

Mais de 700 pessoas participaram no formato virtual do lançamento do RenovaParaná (Programa Paraná Energia Rural Renovável) na 28ª edição da ExpoTécnica.com

O RenovaPR é desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento e o Instituto de Desenvolvimento Rural-Iapar-Emater (IDR-Paraná), e foi criado para ajudar os produtores rurais de distintas cadeias produtivas na viabilidade e competitividade de seus negócios.

“A energia é um insumo muito relevante nos processos agrícolas. Além da iluminação, interfere também no custo de produção. Irrigação, por exemplo, precisa da energia para levar a água de qualidade até uma lavoura”, afirmou o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

O coordenador do programa, Herlon Goelzer de Almeida, engenheiro do IDR-Paraná, que comandou a live, ressaltou que atualmente há um grande interesse pelo tema energia, já que os custos com este insumo vêm aumentando, além da situação do estresse hídrico no Paraná, cenário que não deve mudar nos próximos anos.

A energia solar pode contribuir consideravelmente para a reduzir as taxas de emissão de carbono de diversas atividades e ainda diminuir os custos das propriedades rurais. – Foto: IDR

Atualmente, lembrou o engenheiro, a energia rural tem subsídios que chegam a 60% do seu valor. No entanto, o Decreto Federal número 9.642/2018 eliminou esse tratamento especial aos produtores rurais e a subvenção será retirada totalmente até 2023. “A tendência é que o custo com a energia aumente. Então, o negócio é o produtor rural produzir energia”, afirmou Almeida.

Para o diretor de Extensão do IDR-Paraná, Nelson Harger, o desenvolvimento da economia está diretamente ligado à geração de energia. “No meio rural não seria diferente”, comentou.

O evento terá mais sete módulos nesta edição, também virtuais, que devem acontecer a cada 15 dias e serão transmitidos pelo canal do IDR-Paraná no YouTube. Os temas dos próximos módulos são: Organização Rural; Bovinocultura de leite; Manejo de solos, água e nematóides; Cultivares de Trigo; Banana; Manejo de formigas cortadeiras; Apicultura – técnicas para analisar qualidade mel.

Você pode acessar o edital completo publicado no dia 16 pelo governo do estado clicando AQUI.


As informações partem da Agência Estadual de Notícias (AEN)

Foto destaque desta matéria: Jose Fernando Ogura/AEN

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: