Notícias

Produtores trabalham com as principais atividades do VBP de Fernandes Pinheiro

Dos cinco principais setores, quatro estão presentes na propriedade da família Dal Molin: a soja, milho, feijão e o leite

 

O produtor rural Cléo Dal Molin e a esposa Vilmari Guedes Dal Molin, moradores da Vila Benfica, em Fernandes Pinheiro, têm na propriedade um retrato do que é a produção agropecuária do município.

 

Seguindo os passos dos pais, Cléo comenta que o envolvimento com a agricultura vem da família. “Hoje meu pai e minha mãe estão aposentados, então eu e minha esposa estamos à frente dos negócios”, destaca.

 

Atualmente eles produzem soja, feijão, milho e leite. “A produção do milho é destinada para silagem, gira em torno de 170 sacas por hectare, mas cada ano é uma produção dependendo do clima”, explica o produtor.

 

De acordo com ele, neste ano a área destinada para o plantio do grão foi de 23 hectares. Atualmente a lavoura da família está no pré-florescimento.

 

“Esse ano a produção do milho será toda para alimentação animal. Não vou colher pra vender grãos, mas quando tenho milho para comercializar levo nas empresas de Irati”, conta.

 

A garantia de alimentos para as vacas é necessária. Trabalhando com o leite, Cléo aponta que tem mais de 20 animais para produção. “Hoje estamos ordenhando 27 vacas, estamos com uma produção de 27 litros por animal”.

 

 

 

Apesar de não ter intenção de vender o grão, o produtor deve ter um bom resultado na lavoura. O Departamento de Economia Rural (Deral) do Paraná apontou em boletim publicado no final de novembro que 85% da área plantada de milho está em condição boa, 14% em situação mediana e apenas 1% em condição ruim.

 

A expectativa é que sejam produzidas 3,9 milhões de toneladas nesta em todo o estado.

 

 

FERNANDES PINHEIRO

 

As culturas cultivadas por Cléo e a produção leiteira estão entre as principais atividades do agro de Fernandes Pinheiro, se considerado o retorno financeiro. “Fernandes Pinheiro é um município em que a economia é atrelada a agricultura”, afirma o produtor rural.

 

No ano passado a soja foi o principal destaque da agricultura, correspondendo a 33,65% do VBP Municipal. No total, a cultura gerou, apenas na primeira safra, R$135.695.175,00.

 

O milho da primeira safra apareceu na terceira posição com R$ 30.859.852,10 e 7,65% de participação. O feijão, também presente na propriedade da família Dal Molin, ficou em quarto lugar com R$ 21.772.974,00 (5,40%). Fechando o top 5, aparece a atividade leiteira com R$20.268.747,20 (5,03%). O frango de corte ocupa a segunda colocação com R$59.508.985,85 (14,76%).

 

*Redação/Daiara Souza – Fotos: Arquivo pessoal

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: