Notícias

Preços do arroz seguem em forte queda na 2ª quinzena de maio

Quanto à demanda, compradores seguem adquirindo apenas volumes para a reposição de estoques

Os preços do arroz em casca seguem em forte queda na segunda quinzena de maio. “Este cenário é decorrente da elevação na oferta do Rio Grande do Sul, maior produtor brasileiro, que deve somar 8,2 milhões de toneladas, com aumento de 4,3% frente à temporada anterior”, destaca o analista de SAFRAS & Mercado, Gabriel Viana.

 

Na média do Rio Grande do Sul, principal referencial nacional, a saca de 50 quilos de arroz em casca encerrou o dia 19 de maio cotada a R$ 83,40, queda de 1,71% em relação à semana anterior. Também representava um recuo de 4,74% frente ao mesmo período do mês anterior e uma alta de 37,91% quando comparado ao mesmo momento do ano passado.

 

 

     Quanto à demanda, compradores seguem adquirindo apenas volumes para a reposição de estoques”, releva o analista. “Sem que a exportação volte a ganhar força e escoe grandes volumes da produção doméstica como na temporada passada, o mercado deve manter o viés baixista pelos próximos meses”, aposta.

 

 

Destaque internacional para a área cultivada com arroz na Argentina na safra 2020/2021, que foi estimada em 200 mil hectares, uma elevação de 5,3% sobre a temporada anterior, segundo dados de maio divulgados pelo Ministério da Agroindústria daquele país. O número ficou 1% superior ao mês passado.

 

Já a produção foi estimada em 1,4 milhão de toneladas, um avanço de 16,7% sobre a temporada anterior. Frente ao mês passado, houve estabilidade. A área em 2019/20 somou 190 mil hectares e a produção atingiu 1,2 milhão de toneladas.

 

 

Fonte : Safras e Mercados 

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: