Notícias

No Paraná, plantio da segunda safra de milho avança e atinge 87% da área estimada

De acordo com Informações do Departamento de Economia Rural (Deral), a colheita da primeira safra 2021/22 de milho chegou a 75% no Estado

Foto:Jaelson Lucas / AEN

 

Com condições gerais de clima favoráveis no Estado do Paraná, o plantio da segunda safra de milho 2021/22 avançou consistentemente e atingiu 87% da área estimada de 2,6 milhões de hectares, a maior da história.

 

No campo, 95% do milho plantado têm condição boa e somente 5% têm condição mediana.

 

 

 

Os dados são do Boletim semanal da conjuntura agropecuária paranaense, do Departamento de Economia Rural do Paraná.

 

 

 

Já a colheita da primeira safra 2021/22 chegou a 75%. Ela apresenta um ritmo mais lento justamente por estar já na parte final de colheita.

 

TRIGO

 

A tonelada de trigo no mercado disponível atingiu R$ 1.955, em média, no Estado do Paraná, na última semana. A valorização foi de 14% em relação aos preços de fevereiro (R$ 1.714) e representa o quanto os moinhos estão pagando a mais pelo principal insumo da farinha.

 

 

Na outra ponta, a da venda, os moinhos estão recebendo R$ 152,72, em média, pelo saco de 50kg de farinha especial, um aumento de 4% ante os R$ 146,44 praticados em fevereiro.

 

Este descasamento entre as variações pode ser explicado pelos estoques de trigo feitos pela indústria, especialmente em função da boa disponibilidade de trigo nacional nesta safra.

 

Porém, há outro fator bastante relevante: a menor margem dos moageiros. Atualmente o trigo representa 85% do custo da farinha, um percentual recorde e bastante acima da média dos últimos 10 anos, estimada em 60%.

 

Infelizmente, em breve, tal represamento pode se reverter em um aumento de preços para quem adquire as farinhas, seja diretamente o consumidor final, sejam os produtores de massas e pães.

 

 

***Deral/PR

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: