Notícias

Massa de ar frio de origem polar atuará sobre o país nos próximos dias

Segundo o Sistema Nacional de Meteorologia, não se descarta a ocorrência de neve ou chuva congelada nas serras gaúcha e catarinense

A partir da noite de sábado (17), uma nova massa de ar frio (de origem polar) começará a atuar sobre a Região Sul. Ao longo do domingo (18) o ar frio deverá avançar por partes das regiões Centro-Oeste e Sudeste (São Paulo) e sudoeste da Amazônia Legal, originando um novo episódio de Friagem. Por esta razão, as temperaturas deverão sofrer declínio ao longo dos próximos dias.

De acordo com boletim emitido pelo Sistema Nacional de Meteorologia (SNM), na segunda-feira (19) a massa de ar frio deverá atingir o restante das regiões Centro-Oeste e Sudeste e os efeitos poderão ser sentidos, de forma atenuada, inclusive na região sul e oeste de Rondônia, sudoeste do Amazonas e no estado do Acre.

Nos dias 19 e 20 (segunda e terça-feira), há previsão de temperaturas negativas ao amanhecer nas serras gaúcha, catarinense e no sul do Paraná. Ainda entre a madrugada de segunda e a manhã de terça-feira, não se descarta a ocorrência de neve e/ou chuva congelada nas serras gaúcha e catarinense.

Confira a nota completa do SNM 

Geada

No amanhecer de domingo (18), as condições meteorológicas serão favoráveis à formação de geada em todo o centro-oeste e sudoeste do Rio Grande do Sul, oeste de Santa Catarina e sul do Paraná. Entre os dias 19 e 20/07, as condições atmosféricas serão propícias para a formação de geada (moderada a forte) em uma ampla área da Região Sul, podendo se estender pelo sul do Mato Grosso do Sul até a divisa entre São Paulo e o Paraná.

No dia 20 (terça-feira), ainda há previsão para a formação de geada e os prognósticos de tempo indicam possibilidade para ocorrer na região sul de Minas e no estado de São Paulo.

Sistema Nacional de Meteorologia é formado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e o Centro Gestor e Operacional do sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).


As informações partem do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e também do Sistema Nacional de Meteorologia.

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: