Notícias

Jovem de São Mateus do Sul tem criação de mais de 200 galinhas ornamentais

Luis Henrique Wisniewski Dias trabalha com a criação de galinhas ornamentais e explica as características, raças e custos de produção

Luis Henrique Wisniewski Dias trabalha com a criação de galinhas ornamentais e explica as características, raças e custos de produção. Foto: Arquivo Pessoal

A beleza das penas chama a atenção de qualquer pessoa que vê uma galinha ou qualquer outro tipo de ave ornamental. Geralmente as galinhas deste tipo são mais frágeis em relação às comuns, precisam de um manejo diferente e demandam um cuidado maior. 

 

“Toda raça de Galinha Ornamental tem uma particularidade, então o tratamento com elas varia bastante. É interessante citar que as galinhas comuns, em sua maioria, são criadas com propósito de produção, logo, as características relacionadas à beleza são deixadas em segundo plano, enquanto nas ornamentais a beleza é o carro chefe”, explica o criador, Luis Henrique Wisniewski Dias (22 anos).

 

O jovem é morador de São Mateus do Sul, mais precisamente na colônia Taquaral, e estuda zootecnia na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).  Responsável pela criação de mais de 200 aves ornamentais, ele explica as características deste tipo de galinha. “São aves cujo foco principal de criação é sua beleza e ornamentação, e não produtos para consumo [como carne e ovos]. As Galinhas Ornamentais possuem características singulares que as diferenciam das “comuns”, e essas características é que tornam esses animais bonitos”.

 

Sempre inserido no meio rural, ele recebeu o incentivo dos avós que eram donos de um sítio. Entretanto, Luis era morador da cidade e o espaço no quintal de casa comportava apenas galinhas. “Inicialmente eram galinhas caipiras, e como eu era muito novo, meus pais é quem cuidavam delas, apesar de serem minhas. Quando fui crescendo conheci os garnizés [galinhas miniatura] e outras raças, como a Sedosa”, conta. 

 

Inicio

 

Em 2015 ele comprou um Galo Polonês e criou um canal do Youtube para mostrar e falar sobre as aves. Hoje o canal está com mais 62 mil inscritos. “Na época, eu estava no ensino médio. Quando entrei na faculdade de Zootecnia, em 2017, comecei a ter um olhar mais técnico sobre a criação, e compreendi que do meu Hobby e Paixão poderia surgir um negócio. A partir daí, as coisas foram se desenvolvendo de maneira mais intensa, e a criação crescendo em número e qualidade”, reitera. 

 

O Rancho LW de propriedade de Luís trabalha também com um curso online para capacitação de criadores de aves ornamentais de todo o Brasil, e futuramente poderá abrir as portas para o Turismo Rural.

Custo de produção e valor compra

A criação de galinhas ornamentais tem um custo superior ao das galinhas comuns. Devido às características da ave, é necessário um ambiente adaptado, onde possam ficar separadas nas baias por raça e cor.  Luis aponta outros gastos com a criação. “Os custos com vacinação e medicação também são mais elevados, bem como a necessidade de uma alimentação balanceada. Além dessas variáveis, a genética é extremamente importante, então conseguir animais com desempenho genético superior também demanda um custo maior”.

 

O criador garante que apesar do alto custo de produção, a comercialização pode garantir uma boa lucratividade. No entanto, isso depende da aplicação de conceitos técnicos para produção e comercialização. 

 

O valor de mercado de uma galinha ornamental adulta, por exemplo, pode variar de R$100 até R$5000, conforme Luis. Já os ovos férteis tem valor de R$8 a R$20 a unidade, dependendo da raça, cor e padrão genético. “Quando falamos dos ovos, uma unidade é equivalente a uma dúzia de ovos caipiras, por exemplo. Então por mais que seja uma criação com alto custo de produção, possui um altíssimo valor agregado”, explica

Arquivo Pessoal

 

O Rancho LW tem cerca de 100 matrizes e reprodutores de Galinhas Ornamentais, de 11 raças diferentes. O local tem ainda outras aves ornamentais como perus, galinhas d’ Angola, marrecos de pompom, patos chocolate, codornas chinesas e outros, totalizando  250 matrizes. “Os compradores são pessoas que buscam um animal de estimação exótico, ou ainda, que procuram aves ornamentais para embelezar sítios e chácaras. Essas duas vertentes estão em crescimento”, afirma Luis. 

Raças

O jovem são-mateuense explica que existem mais de 300 raças de galinhas ornamentais no mundo e que boa parte delas tem origem na América do Norte, Europa e na Ásia.

“Dentre as que criamos no Rancho LW podemos citar que a Brahma, a Rhode Island e a New Hampshire  que são de origem Norte Americana. A Polonesa, a Sebright e a Mini Cornish são de origem Europeia, enquanto a Sedosa é de origem Asiática”. O Brasil também tem duas raças desenvolvidas, o Músico Brasileiro e o Índio Gigante. 

Arquivo pessoal

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: