Notícias

Guarapuava: Campus Cedeteg da Unicentro recebe nova espécie de capim

As mudas foram doadas por produtores da região e serão utilizadas em pesquisa e no tratamento dos animais criados no Campus

 

No dia 29 de março, o Campus Cedeteg da Unicentro, em Guarapuava, recebeu a doação de cem mudas de capim da espécie BRS Capiaçu.

 

 

Desenvolvida pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), a espécie é a mais utilizada no Brasil e conhecida pelo rendimento acima da média e alto índice de nutrição. A iniciativa promete trazer benefícios tanto para a pesquisa de docentes e acadêmicos, quanto para o tratamento dos animais criados no campus.

 

 

 

Quem recebeu a doação foi o docente do Departamento de Medicina Veterinária e que também ministra aulas no curso de Agronomia, Luiz Gonzaga Pego de Macedo. “Nós tivemos a oportunidade importante de implantar, no campus Cedeteg, as primeiras mudas do capim BRS Capiaçu. É uma muda que, hoje, para comprar é cara, que tem pouca oferta ainda e, para nós, enquanto instituição de ensino, é importante que estejamos na vanguarda também, que nós tenhamos esse tipo de material, tanto para o ensino, quanto para pesquisa, quanto para extensão. Foi um presente para nossa instituição e com certeza vai ser muito bem utilizado”, disse.

 

 

 

Para Luiz Gonzaga, o advento dessa nova espécie no campus tem muito valor, porque a Unicentro estará alinhada com o que tem de melhor em tecnologia e excelência. “É uma gramínea que produz em torno de 250 a 300 toneladas de matéria verde por hectare-ano. Isso é mais do que o dobro do que os capins tradicionais, com as mesmas características. Como nós temos a produção animal dentro do curso de Veterinária e dentro também da Agronomia, será utilizado nos projetos de extensão. Futuramente, a gente poderá, inclusive, fazer algumas doações de mudas. Será utilizado nas pesquisas e também é importante para para o ensino, para nós mostrarmos para o nosso aluno uma variedade de forragem que com certeza está fazendo diferença e fará diferença na nutrição animal nacional”, celebrou o docente, agradecendo a doação em nome da universidade e agradecido pela chuva que veio no dia seguinte ao plantio.

 

 

 

As mudas foram adquiridas e doadas pelos irmãos Fábio Siqueira e Marlon Fernando de Siqueira, proprietários do Rancho dos Siqueira. “A gente sabe que o Cedeteg tem os estudos e sabe que tem vaca de leite, ovinos e bovinos de corte e a iniciativa é para isso, para que comece com 100 mudas e aumente, porque é uma capineira promissora, de alta produtividade e acredito que vai ajudar muito os professores, alunos e a forma de trato dos animais. Uma contribuição pequena, mas que com o futuro se torna de grande valia para os estudos dos alunos. A nossa contribuição é pequena, mas acredito que para o futuro será de grande valor”.

 

 

 

Produtor rural da região de Guarapuava, Marlon conta que a relação com o Cedeteg é antiga e que regularmente recebe visitas de professores e alunos dos cursos da Unicentro em sua propriedade, seja para atendimento e exames no rebanho de ovinos, quanto para espaço de ensino de acadêmicos. “A relação com o Cedeteg sempre foi muito boa. O atendimento tanto dos professores, quanto dos alunos, foi excelente. O professor Luiz Gonzaga tem um jeito diferente, sempre animado, ele interage, chama o produtor para conversar, pergunta quais são as dificuldades. A gente esclarece muitas dúvidas com ele e ele sempre é uma pessoa muito proativa. Acredito que o auxílio e ajuda do Cedeteg e da Unicentro é de grande valia, é muito importante para nós da propriedade, acredito que outras propriedades também são beneficiadas com essa relação professor, aluno e produtor rural e isso é muito importante”, disse Marlon.

 

***Coorc Unicentro com revisão

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: