Notícias

Frio diminui no Brasil e não há risco de geadas

Meteorologistas do Rural Clima analisam o cenário para os próximos dias

 

 

As temperaturas devem mostrar sinais de elevação no Brasil e não há risco de ocorrência de geadas, segundo informações do alerta agroclimático do Rural Clima. “A semana inicia com tempo aberto em grande parte do Brasil, exceto no extremo Norte e no Nordeste, que deve receber chuvas”, destaca o agrometeorologista Marco Antônio dos Santos.

 

Na quarta-feira (25), uma nova frente fria deve se formar no extremo sul do Uruguai e à noite já deve chover em áreas do Rio Grande do Sul. “Na quinta e sexta chove no Rio Grande do Sul e no sábado essa frente deve ganhar força, chegando até Santa Catarina. No domingo essa frente ganha um pouco mais de amplitude e leva precipitações para o Paraná e o sul de Mato Grosso do Sul. Já na segunda-feira e na terça-feira essa frente avança até São Paulo e deixará o tempo um pouco mais instável”, explica.

 

Na virada do mês, Santos ressalta que uma nova frente fria chegará do Paraguai e pode organizar melhor as chuvas sobre Rondônia, Acre, áreas do Mato Grosso e São Paulo, podendo atingir partes de Goiás. “No entanto, não há grandes chuvas previstas para o Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais”, sinaliza.

 

O agrometeorologista acrescenta que, até a virada do mês, não há riscos de ocorrências de frio pelo Brasil. “Aquela onda de frio prevista no começo de junho desapareceu”, afirma.

 

Para o Paraguai, a agrometeorologista Ludmila Camparotto salienta que o frio diminuiu e o tempo deverá seguir aberto até quinta-feira, favorecendo a colheita da soja. “Entre quinta e sexta-feira uma frente fria chega e pode chover na fronteira com a Bolívia e a Argentina e no sul do país. Na sexta-feira e no sábado pode chover nas regiões central e oriental do país e, no domingo, as precipitações atingem a região oriental”, comenta.

 

 Ludmila informa que a tendência é de uma elevação nas temperaturas, sem risco de frio intenso. “Após a passagem dessa frente fria, pode haver um pouco mais de frio, ao redor de 5 graus na primeira semana de junho”, conclui.

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: