Notícias

Exportação nacional de mel cresceu 83,7% no 1º trimestre de 2021

O estado do Paraná é o terceiro dos que se destacou em 2020 na exportação de mel in natura.

Segundo Agrostat Brasil, de janeiro a março de 2021, o Brasil exportou 13.700 toneladas de mel in natura, volume 83,7% maior do que aquele obtido em 2020 (7.456 toneladas). O faturamento em dólares foi de US$ 45,514 milhões, 3,2 vezes maior que aquele obtido em igual período de 2020 (US$ 14,357 milhões).

 

O preço médio nacional do mel, em 2021, atingiu o valor de US$ 3.332,20/tonelada (US$ 3,32/Kg), 73,1% a mais que o valor médio de igual período do ano de 2020 (US$ 1.925,50/tonelada / US$ 1,93/Kg).

 

Neste 1º trimestre de 2021, o estado do Paraná destacou-se na condição de segundo maior exportador de mel in natura (receita cambial: US$ 10,339 milhões, volume: 3.286 toneladas e preço médio: US$ 3.146,3/tonelada / US$ 3,15/kg), com crescimento de 51,6% no volume (2020: 2.167 toneladas) exportado e 166,5% no faturamento (2020: US$ 3,902 milhões).

 

O Piauí foi o estado que ocupou a primeira colocação (US$ 13,912 milhões, 3.989 toneladas e US$ 3,49/kg). Em terceiro lugar postou-se o estado de Santa Catarina (US$ 8,329 milhões, 2.757 toneladas e US$ 3,02/kg).

 

O principal destino para o mel brasileiro, em 2021, continua sendo os Estados Unidos da América (EUA) (80,8% de todo volume exportado: 13.700 toneladas): volume de 11.067 toneladas, receita cambial de US$ 36,671 milhões e preço médio de US$ 3,31/kg. Um crescimento de 70,7% sobre o volume exportado em 2020 (6.482 toneladas) e de 199,4% sobre o faturamento (US$ 12,248 milhões).
Os outros principais países importadores do mel brasileiro no primeiro trimestre de 2021 foram (volume, faturamento, preço médio):

 

 

Alemanha (1.254 toneladas/US$ 4,112 milhões/US$ 3,28/kg),
Reino Unido (376 toneladas/US$ 1,294 milhão/US$ 3,44/kg),
Canadá (372 toneladas/US$ 1,256 milhão/US$ 3,38/kg),
Reino Unido (77 toneladas/US$ 256.076/US$ 3,33/kg),
Bélgica (180 toneladas/US$ 606.216/US$ 3,37/kg),
Países Baixos (77 toneladas/US$ 256.076/US$ 3,33/kg),
Panamá (101 toneladas/US$ 353.142/US$ 3,50/kg) e
Austrália (75 toneladas/US$ 249.884/US$ 3,33/kg)

 

 

Em 2020, a exportação nacional alcançou 45.728 toneladas.

Em 2020, o Brasil exportou 45.728 toneladas de mel in natura, volume 50,5% maior do que aquele obtido em 2019 (30.384 toneladas). O faturamento em dólares foi de US$ 98,560 milhões, 44,1% a mais que em igual período de 2019 (US$ 68,384 milhões).

O preço médio nacional do mel atingiu o valor de US$ 2.155,36/tonelada (US$ 2,15/Kg), 4,2% a menos que o valor médio de igual período do ano de 2019 (US$ 2.250,65/tonelada/US$ 2,25/Kg).

O estado do Paraná é o terceiro dos que se destacaram em 2020 na exportação de mel in natura (receita cambial :US$ 18,238 milhões, volume: 9.230 toneladas e preço médio: US$ 1.975,92/toneladas/US$ 1,981/kg), com crescimento de 16,3% no volume exportado e 9,5% no faturamento.

 

Fonte : Deral

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: