Notícias

Embrapa e sistema Ocepar promovem seminário para alavancar sorgo no Paraná

O objetivo é debater o potencial de expansão do sorgo como outra opção de cultura de segunda safra

 

O Seminário “Potencial do Sorgo na segunda safra no Paraná”, promovido pela Embrapa, em parceria com o Sistema Ocepar, será realizado amanhã, dia 30 de novembro, das 8h10 às 17h, na Embrapa Soja, em Londrina (PR).

 

No Paraná, a segunda safra, na sequência da soja, tem sido tradicionalmente semeada com o milho que ocupou, em 2022, 2,7 milhões de hectares. O objetivo do seminário é debater o potencial de expansão do sorgo como outra opção de cultura de segunda safra. As inscrições gratuitas são limitadas.

 

 

 

O sorgo é semeado quase que integralmente na segunda safra, pois apresenta resistência à escassez de chuva e tolera temperaturas mais altas. O cereal apresenta ainda menor custo de produção – se comparado ao milho – entre 20% e 30% a menos. “Além do custo menor de produção, é mais resistente à estiagem e não sofre com ataque da cigarrinha-do-milho, que tem causado danos econômicos e aumentado o custo de produção no Paraná”, explica a pesquisadora Divania de Lima, da Embrapa Soja, coordenadora do seminário.

 

 

 

Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Brasil produziu 2,85 milhões de toneladas de sorgo na safra 2021/22 (36,9% a mais que no período anterior), em uma área de 1,03 milhão de hectares (incremento de 19,4%). A produtividade está em 2.763 quilos por hectare, com variação positiva de 14,6% em relação à safra 2020/2021. A produção brasileira de sorgo está concentrada no Centro-Oeste (545 mil hectares) e no Sudeste (246 mil hectares). No Paraná, o sorgo foi cultivado em cerca de 15 mil hectares, na safra 2021/22.

 

Confira a programação

 

8h10 – Abertura

8h25 – Situação atual e perspectivas de expansão da cultura do sorgo no Paraná (Leonardo Silvestrin Szymcazak – OCEPAR)

8h40 – Experiência de cultivo de sorgo: relato de produtor (Osmar Ribeiro Obici – Produtor de Centenário do Sul)

8h50 – Aspectos fitotécnicos da cultura do sorgo (Cicero Beserra de Menezes, pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo)

9h50 – Intervalo para café

10h10 – Adubação de Sorgo para altas produtividades (Álvaro Vilela Resende, pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo)

11h – Perguntas e questionamentos sobre os temas abordados

12h – Intervalo para almoço

13h30 – Manejo de plantas daninhas na cultura do Sorgo (Alexandre Ferreira da Silva, pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo)

14h – Estratégias de manejo para doenças na cultura do Sorgo (Dagma Dionísia da Silva, pesquisadora da Embrapa Milho e Sorgo)

14h50 – Intervalo para café

15h10 – Principais pragas da cultura do Sorgo e estratégias de Manejo (Simone Mendes Martins, pesquisadora da Embrapa Milho e Sorgo)

16h – Perguntas e questionamentos sobre os temas abordados

17h – Encerramento

Serviço

 

Data: 30 de novembro (quarta-feira)

Horário: 8h10 às 17h

Local: Embrapa Soja: Rodovia Carlos João Strass, s/nº Acesso Orlando Amaral, Distrito de Warta, Londrina (PR)

Inscrições: www.embrapa.br/seminario-sorgo

Vagas Limitadas.

 

 

 

*Embrapa

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: