Notícias

Curso de agronomia do IFPR Irati tem papel importante para a agricultura na região

Apesar de recente, já que foi iniciado em 2019, o curso de agronomia desenvolve projetos que auxiliam e levam mais informação ao produtor rural

Reprodução/Instagram Agronomia IFPR

O curso e Agronomia do Instituto Federal do Paraná – Campus de Irati existe desde 2019 e apesar de recente,  tem um papel importante para a agricultura da região.

 

Para o professor do Instituto, João Luis Dremiski, que já foi coordenador do curso, a oferta desse curso contribuiu significativamente para a aproximação da instituição com os agricultores.  Além disso, o Instituto já oferece o curso técnico de agroecologia, com a possibilidade de o aluno continuar estudando após o termino, ingressando no ensino superior.

 

João ainda destaca que o curso possui algumas finalidades, como a promover a educação profissional e tecnológica e a adaptação às soluções técnicas para a região. “A maioria das propriedades da nossa região são propriedades familiar. A importância desse curso é por conta disso. A juventude do campo também tem uma oportunidade de tanto do campo e da cidade, que é a oportunidade de permanecer aqui onde mora”, destaca.

 

João Dremiski é engenheiro agrônomo e professor do Instituto

 

O professor também comenta que a matriz curricular do curso tem grande ênfase para sustentabilidade, trabalhando com as associações dos agricultores e as cooperativas da região, principalmente as cooperativas da agricultura familiar. “Essa interação do campo é muito importante para o trabalho aqui na agronomia e na própria valorização dessa cultura local que perpassa todas as disciplinas técnicas que nós temos ministrado”, pontua.

 

Além disso, o curso possui uma integração com outros dois cursos da instituição, o de química e de analise de sistemas. “Essa integração entre os três cursos superiores mostra também um avanço no desenvolvimento de propostas tecnológicas e ações em conjunto”.

 

PESQUISA E EXTENSÃO

 

Para além da formação de profissionais, o IFPR, por meio do curso de Agronomia, desenvolve projetos de pesquisa e extensão. Segundo o professor João Luis, são por meio desses projetos que ocorre o dialogo com as associações. Uma delas é a Associação São Francisco de Assis, formada por agricultores ecologistas e que trabalham com o mercado de alimentação escolar e mercados institucionais. Com esta associação o curso de Agronomia atua no auxilio a certificação das propriedades de produção orgânica  junto ao Ministério da Agricultura.

 

Há ainda projetos junto ao Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR) do Paraná e a Unidade Florestal de Pesquisa Experimental. “Nós temos um plano de trabalho, uma parceria para desenvolver ações conjuntas, visando capacitação dos agricultores, dia de campo e unidades experimentais”, afirma o docente.

 

Então essas ações surgem a partir dos problemas e das demandas que o curso tem percebido a partir desses diálogos com agricultores e parceiros.  Elas contemplam diversos tipos de acompanhamentos, como das lavouras de feijão, soja e milho, cereais de inverno, adubação verde, conservação dos solos e água e acompanhamento dos ciclos das culturas. Esse, conforme João, esse é um dos projetos desenvolvidos na prática profissional.

 

Para além desses, o curso que tem três anos de existência, também atua em um projeto de ervas medicinais com a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro),  na área da pecuária leiteira e distribuição de sementes crioulas, agroflorestais e de mecanização agrícola.

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: