Notícias

Conab realiza reuniões para atualizar custos de produção no Paraná

As informações sobre as cadeias de milho, leite, trigo e batata foram discutidas com representantes de alguns municípios produtores paranaenses

Foto: Ilustrativa Freepik

 

Técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) se reuniram, na última semana, com representantes de cadeias produtivas em municípios do Paraná e Ceará para atualizar as informações utilizadas na elaboração dos custos de produção de culturas produzidas nos dois estados.

 

Os dados relativos às cadeias de milho, leite, trigo e batata foram discutidos com representantes dos municípios produtores paranaenses de Francisco Beltrão, Marechal Cândido Rondon, Londrina e Contenda. Já os trabalhos de atualização dos custos de produção para o milho, leite e castanha de caju no estado do Ceará, foram realizados nos municípios de Crateús, Morada Nova e Palhano, respectivamente.

 

Na oportunidade, foram promovidos painéis técnicos com a participação dos agentes que compõem a cadeia produtiva das culturas envolvidas. Durante as reuniões, os profissionais da Conab levantaram os coeficientes técnicos e preços de fertilizantes, defensivos, mão de obra, máquinas, entre outros. Essas informações auxiliam na definição dos parâmetros, atividades e insumos modais utilizados para estabelecer os custos de produção relativos aos produtos.

 

O custo de produção agrícola é uma ferramenta de controle e gerenciamento das atividades produtivas, que gera informações para auxiliar nas tomadas de decisões pelos produtores rurais e na formulação de estratégias pelo setor público e privado. Calculado pela Conab, este dado também é utilizado pelo governo federal como um dos principais parâmetros na elaboração dos preços mínimos, no cálculo dos valores de garantia utilizados como referência para o Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF), e como referência para os cálculos na obtenção de crédito por meio do Financiamento para Estocagem de Produtos Agropecuários (FEE).

 

 

*Conab

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: