Notícias

Brasil é 4º produtor e 4º exportador mundial de carne suína e tem potencial de crescer mais

Atualmente, a carne suína no Paraná é produzida com alta tecnologia, manejo e também possui certificação sanitária

Em 2019, a suinocultura paranaense para corte teve um abate próximo de 10 milhões de animais, participando no VBP com R$ 4,47 bilhões (Deral/Seab, 2019). Os principais municípios produtores do Paraná em 2019 foram: Toledo com 18% do Valor Bruto da Produção; Missal, 3,72% e Castro, com 4,7%. Atualmente, a carne suína no Paraná é produzida com alta tecnologia, manejo e também possui certificação sanitária.

A produção ocorre tanto nas pequenas como nas grandes propriedades integradas ou mesmo nas processadoras, Cooperativas, etc. A produção integrada compreende o fornecimento por parte da indústria processadora de insumos e tecnologia, bem como métodos e procedimentos de trabalho. O sistema integrado tem o objetivo de produzir de acordo com as normas e fornecer o produto com qualidade e características solicitadas pela indústria, que, por sua vez, é responsável por processar e distribuir aos pontos de venda e, finalmente, promover o produto para o mercado consumidor com ações de marketing.

Há um grande volume de informações das Pesquisas da Embrapa Suínos e Aves que atende aos produtores, assim como dão suporte às Cooperativas de Produção. O Brasil é 4º produtor e 4º exportador mundial de carne suína e tem potencial de, nos próximos dez anos, avançar ainda mais, mas é relevante e necessário que a assistência técnica trabalhe melhor na sanidade dos suínos e nos alimentos produzidos para atender a digestão destes animais.

Conclui-se, também, que é necessário implementar um forte protocolo em que o bem-estar dos animais esteja associado aos sistemas de produção dominantes. Conclui-se, ainda, que o mercado de carne suína está em forte processo de alavancagem e os produtores paranaenses, assim como suas indústrias, têm espaço para participar destes avanços.

Fonte: Deral/PR

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: