Notícias

Boi: custo de produção pode seguir elevado em 2023, aponta Cepea

O aumento deve ocorrer por conta do dólar ainda alto, que mantém encarecidos os insumos importados

 

Os custos de produção da pecuária de corte nacional apresentaram em 2022 movimentos distintos dentre as fazendas típicas que representam o sistema de cria e as de recria-engorda, com aumento de 10,15% para o primeiro caso e queda de 12,56% para o segundo, conforme pesquisas realizadas pelo Cepea em parceria com a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil).

 

 

 

O fator determinante para esse resultado foi a desvalorização do bezerro, que é o principal insumo do pecuarista que trabalha com a recria-engorda. Já os demais insumos utilizados na produção do gado de corte de ambos os sistemas registraram valorização significativa ao longo de 2022.

 

Pesquisadores do Cepea ressaltam que, por enquanto, o cenário que se desenha para 2023 é de incremento nos custos de produção, sobretudo por conta do dólar ainda alto, que mantém encarecidos os insumos importados, e ao contexto externo, como a guerra na Ucrânia e a possibilidade de recessão global.

 

*Cepea

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: