Notícias

Assembleia define nome e diretoria da cooperativa de Irati

A Cooperativa Agrícola Mista de Irati (Coami) elegeu 17 representantes para o conselho provisório de administração

 

A tarde desta terça-feira (22) ficará marcada como um grande passo no desenvolvimento agrícola de Irati. Durante todo o dia ocorreu a assembleia de fundação da cooperativa e a eleição de uma diretoria provisória que dará início aos trabalhos.

 

Mais de 50 produtores rurais se reuniram para aprovar o estatuto, eleger o conselho e diretoria provisórios, além de trocar experiências com cooperativistas de outras regiões. O nome escolhido pelos agricultores foi Coami.

 

Durante a assembleia o prefeito Jorge Derbli destacou que os produtores poderão comprar insumos em grande quantidade, com um preço menor. Além disso, comentou sobre as vendas, lembrando que há possibilidade da comercialização ser feitas via cooperativa, tirando a necessidade do intermediário e aumentando o preço pago aos produtores.

 

 

Conforme o secretário municipal de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar, Raimundo Gnatkowski disse no evento desta terça-feira, a assembleia marca o início das atividades já com a criação do conselho. Outro ponto reforçado é que a cooperativa vai ser organizada pelos produtores e não pelo poder público.

 

Além do prefeito e do secretário Raimundo, a assembleia contou com a presença da vice-prefeita Ieda, da chefe da Seab de Irati, Adriana Baumel e outros representantes.

 

 

DIRETORIA

 

A Cooperativa Agrícola Mista de Irati (Coami) elegeu 17 representantes para o conselho provisório de administração. São eles:

 

1. José Jair Pereira, Gilberto Zampier e Helder Alberto Beal.

2. Vicente Vichinheski

3. Tania Aksenen, Marcelo Gach, Fernando Kusma e Pedro Renhuk

4. Silvio Augusto Fiori, Antônio Bartiko, José Zavoiski e Rute Sejanoski

5. João Bonki Neto.

6. Cleverson Sluzala e Edilson dos Santos.

7. Basilio Tadra.

8. Estefano Gaioch.

 

Como presidente ficou definido o nome de João Bonki Neto, tendo como vice-presidente José Zavoiski.

 

 

PROCESSO

 

Antes deste encontro a secretaria municipal de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar realizou inúmeras reuniões com os produtores rurais, com o objetivo de mostrar as vantagens da criação de uma cooperativa e os benefícios que os produtores teriam trabalhando em conjunto.

 

Conforme a pasta, as 86 comunidades rurais foram dividas em oito regiões, onde foram feitos os encontros.

 

A cooperativa deve organizar produtores de grãos, olericultores, fruticultores, apicultores, ervateiros, agropecuaristas de corte e de leite.

 

*Redação

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: