Notícias

Agrohackathon reúne 161 estudantes e profissionais de todo o Paraná

Maratona tecnológica começou na sexta-feira (8) em duas regiões do Estado e segue até o próximo dia 13, quando serão anunciados os vencedores

 

Mais de 160 estudantes de escolas agrícolas e universidades e profissionais de diversas áreas estão reunidos para o Agrohackathon 2022, maratona tecnológica para propor soluções diante dos problemas dentro e fora da porteira. Este ano o evento tem foco na gestão de riscos no setor agropecuário, para que, ao término dos trabalhos, ocorram propostas de soluções de problemas práticos. A realização do evento conta com o Sistema FAEP-SENAR-PR, Centro de Economia Aplicada, Cooperação e Inovação (CEA) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Agrociência Cooperativa.

 

O Agrohackathon está ocorrendo, de forma simultânea, nas regiões Oeste e Metropolitana de Curitiba. Nesta sexta-feira, os 97 participantes realizaram visitas técnicas em duas propriedades rurais em Palotina, no Oeste, enquanto outros 64 inscritos conheceram fazendas da Lapa, distante 70 quilômetros da capital paranaense.

 

“Este Agrohakathon vem em boa hora e envolve a nova geração na busca de soluções para os problemas que estão se avolumando na produção rural. Reunir tantos jovens é um passo importante para despertar o sentido da inovação no meio rural e, ao mesmo tempo, preparar esses jovens para novos desafios em suas carreiras”, afirmou Ágide Meneguette, presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR.

 

“Futuramente teremos profissionais mais preparados. No futuro, são eles que vão atender os produtores rurais, dentro da realidade do campo”, afirmou Gilson Martins, coordenador do Agrohackathon e professor do Departamento de Economia Rural e Extensão da UFPR.

 

Maratona

 

No sábado e domingo, 9 e 10 de abril, os participantes estarão envolvidos com a maratona tecnológica, propriamente dita. Nestes dois dias, os estudantes terão o desafio de sugerir uma solução para um problema real que serão propostos pela organização, a partir de ações práticas e inovadoras. Um grupo de mentores, incluindo técnicos do Sistema FAEP/SENAR-PR, está auxiliando os alunos.

 

“Esse movimento do Agrohackathon busca fazer a ligação entre o conhecimento acadêmico e as necessidades práticas do campo. Os estudantes têm a oportunidade de oferecer soluções para problemas práticos e o campo se beneficia com isso”, apontou Martins.

 

A edição de 2022 do Agrohackathon conta com 161 participantes, sendo 97 na região Oeste e 64 na Região Metropolitana de Curitiba. Ainda, entre os inscritos, 38 são de escolas agrícolas, 89 de diversas universidades, além de profissionais de mercado.

 

“As edições anteriores foram apenas em Curitiba. Esse piloto com Palotina já deu certo, é um sucesso. A ideia é expandir para outras regiões nos próximos anos, consolidado o evento como uma referência”, afirmou Martins.

 

Apoio

 

O Agrohackathon tem apoio da Cooperativa Sicredi Vale do Piquiri, Mapfre Seguradora, BrasilSeg Seguros, Sistema Ocepar, Agência Alemã de Desenvolvimento (GIZ), CVALE, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Secretaria de Agricultura do Estado do Paraná (SEAB), Secretaria da Educação e do Esporte (SEED), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR); Embrapa Agricultura Digital, Sindicato Rural da Lapa, Sindicato Rural de Palotina, Sindicato Rural de Assis Chateaubriand e Cooperativa Bom Jesus.

 

***Sistema Faep SenarPR

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: