Notícias

Agricultura de Irati entrega mais de 540 doses de sêmen bovino 

Em 2021, foram entregues 483 unidades e outras 60 foram repassadas a propriedades rurais desde o início de 2022

Por meio do projeto de inseminação artificial, a Secretaria de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar já entregou 543 doses de sêmen bovino das raças Holandês e Jersey para 45 propriedades das comunidades rurais de Irati cadastradas no Programa Bacia Leiteira.

 

Em 2021, foram entregues 483 unidades e outras 60 foram repassadas desde o início de 2022.

 

Uma das etapas está relacionada ao melhoramento genético dos rebanhos. Em 2020, o município recebeu 1500 doses de sêmen dentro do projeto da bacia leiteira. Somente no ano passado, foram repassadas 360 doses da raça holandesa e 123 da raça Jersey.

 

O técnico Osnei Abel Lopes, que acompanha os produtores inscritos no município, comenta que a inseminação artificial deve ser feita juntamente com uma boa alimentação e manejo correto dos animais.

 

“O melhoramento genético é uma das etapas do programa. É claro que tudo está relacionado à alimentação e ao manejo”, frisou.

 

Cerca de 100 propriedades inscritas no programa devem ser visitadas ainda neste ano para receber as doses. O projeto representa um incentivo ao melhoramento do rebanho leiteiro de Irati. Segundo Abel, já existem animais nascidos através de inseminação artificial em Irati. “Propriedades que tiveram inseminação em abril do ano passado já estão com os animais nascidos na propriedade e iremos avaliar mais à frente como estes animais estarão produzindo”, pontuou.

 

Os produtores visitados que tiverem touros nas propriedades, que utilizem o sistema de acasalamento e tenham o melhoramento genético na propriedade podem optar por não receber estas doses.

 

“Mesmo assim, todas as propriedades serão visitadas. Em um momento oportuno, vamos conversar com os produtores que têm touros para que eles possam fazer cursos de manejo e inseminação para utilizar a inseminação artificial nas propriedades. A ideia é que eles tenham os touros e a inseminação artificial para melhorar geneticamente este rebanho”, finalizou.

 

Quem optar por fazer a inseminação, além do melhoramento genético do rebanho, poderá ter aumento na produção e na produtividade do leite, controle de doenças sexualmente transmissíveis e correção de deficiências de conformação dos animais.

 

O produtor que tiver interesse em aderir ao programa Bacia Leiteira pode obter informações por meio do telefone (42) 3132-6172 ou procurar a Secretaria de Agricultura, na Avenida Vicente Machado, 455.

 

 

***SECOM/IRATI

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: