Suíno vivo encerra maio com forte desvalorização, indica Cepea

Os preços do suíno vivo caíram com força neste encerramento de maio, em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea. Dentre as praças monitoradas, as de Minas Gerais registraram as desvalorizações mais intensas. 

Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão vem da oferta elevada e da demanda enfraquecida. Além disso, o feriado de Corpus Christi, reforçou a baixa liquidez – o menor número de dias úteis na semana reduz as escalas de abate de frigoríficos, resultando em diminuição das compras de novos lotes de animais. 

No mercado de carnes, pesquisadores do Cepea explicam que, diante da fraca procura, frigoríficos adotaram a estratégia de diminuir os preços, em busca de melhorar as vendas. 

*Cepea

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *