Chuvas retornam com força ao Rio Grande do Sul

Entre quinta-feira (23) e sexta-feira (24) um ciclone extratropical deve se desenvolver no oceano, na altura da costa gaúcha, e acentuará o contraste térmico entre o vento quente e úmido de norte e o ar frio de sul, intensificando as tempestades e também aumentando os volumes de chuva previstos.

Rajadas de vento acima dos 80 km/h e queda de granizo também devem ocorrer entre a quarta e quinta-feira (23) sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e na sexta-feira (24) entre Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul, com o deslocamento da frente fria.

O acumulado total entre a terça-feira e a sexta-feira (24) pode superar os 100 mm em áreas do Rio Grande do Sul, sendo que o maior volume esperado deve ocorrer quando do deslocamento da frente fria do sul do Rio Grande do Sul para o norte do Estado. Novos transtornos, portanto, são possíveis em função da forte instabilidade que é prevista.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as temperaturas mínimas no final de semana ficam perto ou até mesmo abaixo de zero nas partes altas das Serras do Sul e também na região da campanha gaúcha. Em Porto Alegre, capital gaúcha, as mínimas ficam abaixo dos 10°C a partir da sexta-feira (24) e decorrer do final de semana, também com sensação térmica baixa. Há expectativa de geada no Rio Grande do Sul e parte do Sul Catarinense no final de semana (Figura 1).Figura 1: Previsão de geada (adaptado do modelo Cosmo) para o sábado (25) e o domingo (26). Sombreados com as respectivas cores na legenda indicam a intensidade da geada, verde (fraca), amarelo (moderado), vermelho (forte).

Antes da chegada da frente fria as temperaturas ainda ficam elevadas da metade norte do Rio Grande do Sul ao centro do Brasil, porém, entre a quinta e sexta-feira, com o rápido deslocamento do ar polar as temperaturas máximas despencam (Figura 2).Figura 2: Temperaturas máximas (em °C) previstas pelo modelo Cosmo para quarta-feira (22), quinta-feira (23) e sexta-feira (24).

A partir da sexta-feira o ar polar e a circulação de umidade oceânica ainda deixam muitas nuvens especialmente sobre a faixa leste do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. A sensação de frio será intenso por conta do vento oeste a sul que soprará com rajadas acima dos 40 km/h. Figura 3: Rajadas de vento previstas pelo modelo Cosmo na sexta-feira (24), às 06h (a) e às 15h (b) – horário de Brasília.

Na sexta-feira (24) o sistema frontal chega inclusive ao Sudeste do País, quebrando o bloqueio atmosférico e a longa sequência de dias quentes observada ao norte do Paraná, parte do Brasil central e Região Sudeste.

*Ministério da Agricultura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *