Lavouras da segunda safra de milho apresentam piora no Paraná

 A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab) divulgou nesta quinta-feira (9) mais um boletim da conjuntura da agropecuária paranaense. De acordo com o relatório, a análise de campo em relação ao milho de segunda safra no Paraná mostra que a cultura apresenta uma piora.

Dos 2,4 milhões de hectares plantados, 64% estão em condição boa nesta semana. Na anterior, esse porcentual estava em 67%. Apesar de chuvas de forma mais uniforme na segunda quinzena de abril, o calor intenso ainda é fator que afeta negativamente na cultura.

O plantio de trigo atingiu 27% da área projetada de 1,14 milhão de hectares. As lavouras apresentam condições boas em 94% da área. O restante ainda não alcançou o pleno desenvolvimento em razão do déficit hídrico e temperaturas acima da média, particularmente no Norte do Estado, que é uma das primeiras regiões a plantar.

FRANGO E OVOS 

O preço nominal médio do frango vivo ao produtor no Paraná alcançou R$ 4,46 o quilo em abril de 2024. O valor representa redução de 2,8% em relação a março, quando ficou em R$ 4,59 o quilo. Se o comparativo for com abril do ano passado, a diminuição é de 8,2%, com o quilo vendido a R$ 4,86 na época.

O boletim do Deral destaca ainda a exportação de ovos no período de janeiro a março de 2024. O Paraná foi o segundo maior exportador com 2.906 toneladas e faturamento de US$ 11,6 milhões, no ranking que tem São Paulo como líder. O Brasil exportou 11.937 toneladas e arrecadou US$ 39,8 milhões.

*AEN-PR com edição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *