Trigo: Retração produtora eleva cotações

As cotações internas do trigo subiram na semana passada, pressionadas pela retração de produtores – os que ainda detêm o cereal de qualidade nesta entressafra preferem esperar para vendê-lo em momentos mais oportunos.

Segundo pesquisadores do Cepea, muitos também se afastam dos negócios porque, diante da proximidade do período de cultivo no Sul do Brasil, passam a se atentar ao campo e ao clima – por enquanto, estimativas indicam menor área no País.

Produtores estão de olho, ainda, no mercado externo, sobretudo nas tensões no Oriente Médio. Conforme novos dados da Conab, a área nacional está projetada em 3,3 milhões de hectares, 4,7% inferior à da temporada anterior. A produtividade, porém, pode aumentar 26,1% no mesmo comparativo. Assim, a produção está estimada em 9,72 milhões de toneladas, alta de 20,2% frente à finalizada em 2023.

*Cepea

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *