Lavouras de milho e soja apresentam piora nas condições no Paraná

Impactadas pelo clima, as lavouras de soja e milho apresentaram piora nas condições nesta semana. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab) no Boletim Semanal da Conjuntura da Agropecuária Paranaense, na quinta-feira (11).

De acordo com o relatório, na semana anterior, a primeira safra de milho 2023/24 tinha 80% da área estimada, de 309 mil hectares, em condição boa, já nesta semana este percentual caiu para 76%.

Áreas em condição mediana totalizaram 20% e as que apresentaram condição ruim ficaram em 3%.. Em relação à segunda safra de milho 2023/24, o plantio ainda não engrenou, pois o clima não é favorável e a colheita da soja ainda está lenta. 

Para a cultura da soja não foi diferente. Na semana passada o percentual das lavouras em condição boa era de 86% dos 5,8 milhões de hectares plantados, e nesta semana caiu para 71%. Em condição mediana o percentual ficou em 24% (13% na semana anterior), enquanto as lavouras em condição ruim totalizaram 5% da área. 

Diante deste cenário de clima adverso, com temperaturas elevadas durante o mês de dezembro e nestes primeiros 10 dias de janeiro, bem como estiagem em praticamente todo o Estado, serão registradas perdas no campo para a oleaginosa no Paraná. 

Em relação à produção nacional de soja esperada, a Conab divulgou esta semana a expectativa de produção. Os números atuais são de uma produção de 155,3 milhões de toneladas, entretanto devido à situação climática adversa, especialmente nos maiores estados produtores, este número deverá ser revisado de forma significativa para baixo no próximo mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *