Preços dos suínos abrem o ano em queda

Os preços do suíno vivo e da carne suína iniciaram o ano em queda. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão vem da menor demanda típica desse período de renda limitada e férias escolares. Quanto às exportações brasileiras da proteína, o volume embarcado em 2023 foi recorde, considerando-se a série histórica da Secex, iniciada em 1997.

Dados da Secretaria, compilados e analisados pelo Cepea, apontam que foram escoadas 1,2 milhão de toneladas de carne suína no acumulado do último ano, quantidade 10,3% acima da de 2022 e 8,4% superior ao maior volume até então registrado, em 2021. Em dezembro, especificamente, foram exportadas 109,6 mil toneladas (considerando-se produtos in natura e processados), também um recorde para o mês e aumentos de 4,7% em relação a novembro e de 8,3% sobre dez/22.

* Cepea.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *