RETROSPECTIVA – O que foi destaque no AgroRegional Guarapuava em 2023


Chegamos na nossa última edição deste ano, um ano de chegada em Guarapuava, crescimento e de fortalecimento no intuito de comunicar e conversar com o produtor rural. Neste material especial, fazemos uma retrospectiva anual do AgroRegional Guarapuava, desde maio, quando iniciamos nossa jornada na cidade símbolo do crescimento do agro no Paraná. Em cada edição, buscamos semear informações, inspirar com histórias marcantes e apresentar dados fundamentais que moldam o cenário agrícola e pecuário.

Ao longo deste ano, demos voz às experiências de agricultores e pecuaristas, destacando suas trajetórias de sucesso e aprendizado. Acreditamos que ao compartilhar essas histórias, não apenas informamos, mas também construímos uma comunidade unida pela paixão pela terra e pelo progresso rural.

Esta retrospectiva não é apenas um olhar para trás; é uma celebração do conhecimento compartilhado, das experiências e do compromisso contínuo de sermos o guia confiável no agronegócio. Somos mais do que um jornal, somos uma extensão do trabalho rural e um defensor da valorização do homem do campo.

MAIO

Em maio, depois de 5 anos em Irati, o AgroRegional expandiu e lançou a edição de número 1 em Guarapuava. Na nossa chegada, destacamos a produção regional de Guarapuava e histórias de produtores rurais da região.

Casal de produtores de Turvo, destaques no AgroRegional de maio


JUNHO

No mês seguinte, o jornal registrou Guarapuava se consolidando como polo dos grandes eventos do agronegócio, com eventos de nível estadual e nacional. Além disso, mostramos o crescimento do Valor Bruto da Produção (VBP) do município e os bilionários do agro na região: Guarapuava, Prudentópolis, Pinhão e Candói.

Norberto Ortigara na Abertura do InovaçãoAgro 2023, em Guarapuava

JULHO

Em julho, a cevada foi capa no AgroRegional. Com números e entrevistas com especialistas, o jornal abordou a região como maior produtora do cereal no país e as perspectivas de crescimento. Novamente, em 2023, o Núcleo Regional de Guarapuava foi responsável pela maior área (43.200 ha) e produção (133.920 t).

A região de Guarapuava, maior produtora de cevada foi nosso destaque em julho

AGOSTO

Na nossa edição 4 exploramos o potencial do turismo rural em Guarapuava e as articulações para fomentar o setor. Também compartilhamos histórias de conquistas de produtores rurais e levamos informações sobre novas tecnologias, como o uso de drones na agricultura e pecuária.

O Turismo Rural em Guarapuava ganhou espaço no jornal de agosto

SETEMBRO

Em setembro, o jornal foi dedicado à pecuária leiteira através de diversas matérias sobre o setor. Falamos da Rota do Queijo em Pinhão, do bem-estar animal de vacas leiteiras em Boa Ventura de São Roque e da conquista da agroindústria de queijos de uma família produtora de Guarapuava.

Produção de leite e derivados esteve em pauta em setembro

OUTUBRO

A edição 6 mostrou a expansão do agro em Guarapuava através da pesquisa Guarapuava em Números, revelando um crescimento de 48% em 10 anos. Além disso, mostramos que o município é o mais rico do agronegócio paranaense. Nesta edição, também destacamos o Winter Show, maior evento técnico de cereais de inverno do Brasil.

Cevada e outras culturas impulsionam o agro em Guarapuava

NOVEMBRO

Novembro não foi um mês fácil para os produtores rurais. Com as chuvas de outubro, as colheitas atrasaram e o plantio da nova safra também. Por isso, o AgroRegional, na capa, falou sobre renegociação de dívidas e evidenciou dados do prejuízo causado pelo clima.

Chuvas causaram prejuízo para produtores no Paraná

DEZEMBRO

Em Dezembro, além desta retrospectiva, mostramos novamente a força da mulher rural com uma história inspiradora, destacamos os números da safra, a produção de leite e de carnes na região.

Tatiana Bastos Alves Brunsfeld, produtora em Guarapuava. Foto: Coamo

*Redação/Daiara Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *