Agrária e empresa alemã vão investir R$ 500 milhões em nova maltaria em Guarapuava

O governador Carlos Massa Ratinho Junior e empresários da cooperativa Agrária confirmaram nesta sexta-feira (24), na Alemanha, em visita à Ireks, gigante global especializada em ingredientes para panificação, confeitaria e alimentos, uma parceria para a construção de uma nova fábrica para a produção de malte para a indústria cervejeira no Paraná. O investimento será de R$ 500 milhões e a planta será instalada em Guarapuava, no Centro-Sul do Estado.

O empreendimento será tocado pela Ireks do Brasil, joint venture formada pela cooperativa e pela empresa alemã, e foi incluído no programa de incentivos fiscais do Governo do Estado. A nova indústria começará a ser construída no primeiro trimestre de 2024, com previsão de iniciar a operação em 2026. A empresa vai ser a primeira no Brasil a produzir maltes especiais, produto que hoje é importado, para abastecer o mercado nacional. A previsão é gerar cerca de 400 empregos diretos e indiretos.

Com esse novo empreendimento, o Paraná vai se consolidar ainda mais como maior produtor de cevada do País. Em 2022 foram produzidas 355 mil toneladas no Estado, um crescimento de 11% em relação a 2021 (302 mil toneladas). O setor tem Valor Bruto de Produção Agropecuária de R$ 580 milhões no Paraná. O Brasil produziu cerca de 521 mil toneladas no ano passado, de acordo com dados do IBGE.

A Agrária e outras cinco cooperativas paranaenses também estão à frente Maltaria Campos Gerais, fábrica em Ponta Grossa que tem investimento previsto de R$ 3 bilhões e também conta com apoio do Governo do Estado. A planta industrial está em fase final de construção e ainda neste ano serão iniciados os testes de produção. No primeiro trimestre de 2024 a indústria já deve estar operando. Serão processados 240 mil toneladas de malte por ano.

“Junto com a Agrária, que é uma cooperativa paranaense que fatura R$ 8 bilhões por ano, anunciamos essa planta de maltes especiais que será feita em Guarapuava e que receberá um investimento de R$ 500 milhões, gerando mais empregos e renda para os paranaenses”, afirmou Ratinho Junior. 

“Essa será a primeira maltaria do Brasil com maltes especiais, uma indústria altamente tecnológica, e que ajudará a consolidar o Paraná como o maior produtor de cevada e de malte do Brasil. Praticamente 70% de todo o malte produzido no País hoje é do nosso estado, o que faz com que as maiores cervejarias brasileiras estejam instaladas no Paraná pela disponibilidade de boa matéria-prima”, complementou.

IREKS

Fundada em 1856, a empresa tem uma longa história na produção de produtos para a indústria de panificação, incluindo fermentos, melhoradores de massa, misturas de pão e outros ingredientes essenciais para a produção de produtos assados.

*AEN-PR com edição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *