“Somos apaixonados por lavoura”, diz produtora de Mallet

A família Jagiello, de Mallet, é mais uma produtora de soja, o principal produto agrícola do município. Além da leguminosa, na propriedade também são cultivados o milho, que também tem destaque na agricultura do município, e o tomate. De acordo com a produtora Leila Cristina Mernik Jagiello, além dela, trabalham com a lavoura o marido Geraldo Mário Jagiello e o filho Ayrton Gabriel.

“Cada ano é um desafio diferente que enfrentamos, pragas, doenças, chuvas em excesso, estiagem, granizo e tempestades, e ainda a volatilidade de preços dos insumos e do produto final”, avaliou Leila sobre a atividade rural, destacando que hoje, o principal desafio dos produtores rurais é conseguir diminuir os custos e aumentar a produção, e junto a isso, atuar de forma sustentável.

Pensando em crescimento e qualidade da produção, a família investiu em novas áreas e na conservação do solo. Além disso, aos poucos foi renovando os equipamentos e a estrutura da propriedade.

A atenção com a produção e as estruturas mostra que Leila e Geraldo estão pensando no futuro. O casal tem dois filhos, Bianca, que já é casada e mãe de três filhos, atua como professora, mas segue ligada ao campo, já que o marido também é agricultor. O filho Ayrton ajuda na propriedade e a noite faz faculdade de Agronomia. “Já viemos trabalhando a sucessão familiar e o que mais nos deixa felizes é que todos somos apaixonados por lavoura”, afirmou Leila.

MALLET

O relatório final do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de 2022, divulgado pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), confirma o resultado positivo da produção agropecuária de Mallet no ano passado. Em 2021, o município ocupava a 8ª posição no Núcleo Regional de Irati que é composto por 9 municípios. No último ano o crescimento do VBP local garantiu a subida no ranking regional, superando Fernandes Pinheiro e ficando com a 7ª posição.

Os dados da Seab apontam que Mallet saiu de R$ 386.410.333,52 em 2021 para R$483.048.060,98 em 2022, tendo novamente a soja e o fumo como destaques. Juntas, as culturas representam mais de 50% do VBP de Mallet.

Além da soja e do tabaco, que possuem 45,27% e 13,24% de participação no VBP, respectivamente, fecham os dez principais produtos: pinus para laminadora (5,56%), pinus para serraria (4,62%), milho de 1ª safra (4,26%), feijão de 1ª safra (3,12%), leite (2,86%), milho de 2ª safra (2,26%), erva-mate (2,14%) e feijão de 2ª safra (1,54%).

*Redação/Daiara Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *