Notícias

Silvicultura, o uso consciente das florestas

De acordo com o relatório da Seab, em 2020, o Paraná teve a maior produção de madeira em tora proveniente da silvicultura, com 25,7 % do total produzido no Brasil

Silvicultura é a arte e a ciência que estuda as maneiras naturais e artificiais de restaurar e melhorar o povoamento nas florestas, para atender às exigências do mercado. Este estudo pode ser aplicado na manutenção, no aproveitamento e no uso consciente das florestas.

 

A silvicultura é divida em clássica e moderna. A clássica abrange as florestas naturais, buscando forças produtivas provenientes dos sítios ecológicos, e as restrições são determinadas pela necessidade de não prejudicar a estabilidade natural do ecossistema. Já a moderna, opera com as florestas plantações, que são mais autônomas do sítio natural, e mantidas artificialmente.

 

O objetivo de ambas é a produção de madeira e, durante seu manejo, é necessária a participação de técnicos de diversas áreas. Porém, a silvicultura moderna não tem apenas a finalidade de produzir madeira, mas também serviços e bens.

 

A Silvicultura busca definir o momento e forma como será feita a intervenção na floresta, para que se obtenha rendimentos elevados, sem prejudicar o equilíbrio ecológico. Para isso, é necessário ter informações sobre as condições do sítio ecológico, tipo de intervenção silvicultural, capacidade de regeneração e crescimento, intensidade de exploração. É preciso, também, desenvolver um plano das atividades florestais.

 

Para que um projeto de silvicultura tenha sucesso, o planejamento e a implantação devem estar de acordo com as várias etapas do processo, que abrangem: estudo do clima, determinação da espécie e escolha do material genético, produção de mudas, preparo do solo, controle de pragas, colheita planejada, tratos culturais e silviculturais.

 

VBP

 

De acordo com o relatório da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, em 2020 o Paraná teve a maior produção de madeira em tora proveniente da silvicultura, com 25,7 % do total produzido no Brasil.

 

Ainda em relação a produção de madeira, mas no Núcleo Regional de Irati, a tora para laminação e serraria (dos gêneros Pinus e Eucalyptus) representou 7,0% do Valor Bruto de Produção (VBP) 2020 do NR de Irati, na quinta posição. O valor alcançou R$ 234,3 milhões.

 

A madeira para laminação e serraria apresentou posição de destaque em Inácio Martins,
representando 54,4% do VBP municipal, além de Mallet, onde ocupou a terceira posição com 9,1% do VBP desse município.

 

AGROSEPAC

 

O grupo AGROSEPAC atua em atividades florestais desde a década de 60 no município de Mallet, uma das melhores regiões do Brasil para o plantio de pinus e erva-mate. Atualmente a empresa executa projetos na área de reflorestamento e operações florestais.

 

Todos os métodos da empresa seguem os critérios necessários para que o impacto ambiental seja positivo. A AGROSEPAC é uma empresa sustentável, com capacidade de suprir as necessidades da geração atual, sem prejudicar ou comprometer futuras gerações.

 

CONTATOS

 

R. Treze de Maio, 15, Mallet,  PR

E-mail: contato@agrosepac.com.br

Telefone: (42) 3542-1935

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: