Notícias

Reconhecida pela sua produção orgânica, Fazenda Madero segue ampliando sua produção para abastecer os restaurantes do Grupo

Hortifrútis produzidos em Palmeira abastecem unidades do Grupo Madero em todo país

A Fazenda Madero, que fica em Palmeira/PR é um exemplo na produção de orgânicos no Paraná. Desde 2018, através de uma parceria com o Grupo Madero, a propriedade começou a investir neste segmento, tendo como principal objetivo abastecer o Grupo Madero, com produtos orgânicos, de alta qualidade e em grande escala. Hoje, a produção dos hortifrútis da Fazenda Madero abastece mais de 200 restaurantes do Grupo em todo o Brasil.

O administrador da Fazenda, Vicente Nogaroli, conta que a parceria fez com que a propriedade de 400 hectares se reinventasse, pois até então a produção era de grãos e pecuária de corte. “Primeiramente, fizemos a certificação de parte da área através da Tecpar para a produção de orgânicos. Inicialmente, e até hoje, nosso principal produto é a alface americana.  Somente deste produto temos um volume médio de produção de 70 mil quilos no mês”, conta Vicente.

Contudo, uma das características da produção orgânica é a necessidade da rotação de culturas na área, o que gera uma melhora nas propriedades físico, químicas, e biológicas do solo. Por conta disso, a Fazenda Madero também produz em sistema de rotação de culturas, itens como brócolis, couve-flor, cebolinha, salsinha, tomate (verão), mini repolho, e ainda, o morango – como suas mudas são perenes, elas são mantidas na estufa por dois anos, e depois é feito um intervalo, intercalando outras culturas.
Hoje, a área em produção orgânica certificada é de aproximadamente 40 hectares, sendo quatro deles, em área coberta, com estufa. O restante da área da propriedade é arrendado.

 

Recentemente, começamos a investir em cinco variedades de mini alfaces, que são produtos também conhecidos como baby leaf. É um produto diferente do convencional, tendo maior valor agregado, boa apresentação e com grande aceitação pelos consumidores”, comenta Vicente.

 

Em 2020, durante a Pandemia, além do fornecimento dos produtos para o Grupo Madero, a Fazenda também expandiu e fortaleceu o volume de produção excedente à parcerias, para redes de varejo e supermercados – devido a alta demanda pela procura de orgânicos nestes locais.

“Neste tempo chegamos a ter um mix de produção de 30 produtos. Mas, neste ano avaliamos a parte técnica de produção, a demanda de mercado e a rentabilidade dos produtos, e dessa forma, chegamos a um mix de 10 a 12 itens. Entre estes, estão variedades de mini alfaces, versões de pepino e pimentão snack, milho verde doce, batata inglesa e batata doce, e sempre, o nosso produto principal que é a alface americana. Alguns destes produtos são necessários para intercalar no ciclo de produção e outros ainda, tem um cultivo sazonal”, explica Vicente.

Para atender toda a demanda de produção a campo, os procedimentos de armazenagem e condicionamento até o momento da entrega – que é diária, hoje a Fazenda Madero conta com três engenheiros agrônomos, e uma equipe operacional de 70 colaboradores, com atividades de segunda à sábado.

 

O Madero precisa de produtos frescos todos os dias, por isso, todos os procedimentos realizados na Fazenda, são diários, desde o preparo da terra, plantio, passando por todos os cuidados na produção, colheita e armazenagem até chegar o momento em que o produto é entregue. É seguido todo um protocolo e controle de qualidade para que o alimento chegue fresco até o consumidor”, detalha.

 

Outra questão é o manejo da produção orgânica. “O controle de pragas e doenças é feito com base nos princípios e regras da agricultura orgânica, utilizando apenas produtos autorizados pela certificadora, sempre priorizando os produtos biológicos, os quais fabricamos na própria fazenda.”

 

NOVO PROJETO

 

Agora, no mês de março, a Fazenda Madero começou um projeto-piloto de comercialização de cestas com produtos orgânicos. Inicialmente, as vendas estão sendo realizadas em alguns dias do mês e apenas em Palmeira, mas o objetivo é expandir para outros centros.

Esse ainda será um ano atípico devido a Pandemia, então estamos avaliando também qual será o retorno que teremos do consumidor. Enquanto isso, também estamos buscando parcerias com produtores orgânicos certificados e que tenham uma produção de qualidade, para oferecermos uma variedade maior de itens. Estamos bastante confiantes neste novo projeto”, afirma Vicente.
PRODUÇÃO ORGÂNICA NO PARANÁ
O Paraná é o líder nacional na produção de alimentos orgânicos com quase 4 mil produtores
certificados e em processo de certificação. No Ministério da Agricultura estão cadastrados 3.502
produtores paranaenses, que representa uma participação de 17,54% no número de produtores
de orgânicos em todo o País. Ainda segundo o Ministério, são 3.363 unidades produtivas que
trabalham com orgânicos no Paraná, presentes em 177 municípios.
Fonte: Secretaria de Agricultura do Paraná.

Produção da Fazenda Madero em Palmeira é direcionada para diversos estados do país

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: