Notícias

Aposentadoria: Tempo de trabalho rural pode ser somado ao urbano

atualmente, existe a possibilidade de somar o tempo de serviço rural com o urbano para completar os 15 anos de contribuição, chama-se aposentadoria por idade híbrida.

A aposentadoria por idade começa a ser paga para o trabalhador urbano quando ele completa 65 anos de idade, se for homem, e 60 anos de idade, se for mulher, para quem começou a trabalhar antes da reforma previdenciária.

 

Conversamos com os advogados do Escritório De Pauli e Schnell, Hallan Schnell e Daiane Chimin de Pauli sobre o tema e eles comentaram que para os trabalhadores, que começaram a trabalhar após a reforma previdenciária, a idade passou a ser de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.

 

“Já os trabalhadores rurais não foram afetados pela reforma previdenciária e possuem o benefício da diminuição da idade para se aposentar, homens com 60 e mulheres com 55 anos de idade. Em qualquer caso tem que ser comprovada a carência de 15 anos ou 180 meses de contribuições”, explicam os advogados.

 

Eles citam que para os trabalhadores urbanos que deixaram de trabalhar no rural, atualmente, existe a possibilidade de somar o tempo de serviço rural com o urbano para completar os 15 anos de contribuição, chama-se aposentadoria por idade híbrida.

 

Os advogados informam que a decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) beneficiou milhares de pessoas, que conquistaram sua aposentadoria somando o período trabalhado no campo com o urbano, corrigindo uma injustiça para os trabalhadores que deixaram o meio rural.

 

“Infelizmente o INSS tem recusado o reconhecimento e contagem do tempo de serviço rural para o trabalhador urbano, entretanto, este direito já está garantido, se isso acontecer, o trabalhador pode levar o caso para a Justiça, onde poderá pedir a aplicação da decisão do STJ”, afirmam os advogados Hallan e Daiane.

Comentários

Quer ficar por dentro de todas as notícias? Entre no nosso grupo do whatsapp: